Saiba como a arte de fazer Bijuterias está mudando a vida de mulheres africanas

Os artistas são aquelas pessoas que fazem o que fazem por serem apaixonadas pela arte, sendo que muitas vezes o futuro do mundo artístico é incerto para aqueles que querem seguí-lo devido aos obstáculos que sempre existiram nesse mundo, como falta de oportunidades e de recursos, desinteresse por parte das pessoas, concorrência desleal, e por aí vai.

Nos países mais desenvolvidos, as pessoas podem fazer arte não só como profissão, mas também como um hobby ou um mero passatempo. Mas em países subdesenvolvidos, a arte muitas vezes é a única fonte de renda de famílias que não tiveram oportunidades de ter uma boa educação e por isso acabaram possuindo uma renda extremamente limitada, e os obstáculos que estão presentes no mundo da arte se tornam mais fortes para essas pessoas, o que pode fazer com que a miséria se consolide cada vez mais.

A joalheria 31 Bits teve acesso a esses artistas quando uma das fundadoras viajou para Uganda e conheceu algumas mulheres que faziam colares. Elas são mães solteiras, que não tiveram oportunidades na vida e apostaram tudo nas artes como um jeito de sobreviver.

Após essa descoberta, uma caixa contendo as Bijuterias feitas pelas mulheres ugandeses foi levada para a terra-natal da 31 Bits, e foi aí que uma nova oportunidade para aquelas mulheres estava para nascer.

31 Beats- pulseiraA parceria entre a joalheria e as mulheres de Uganda foi realizada, e desde então, os produtos oferecidos têm características únicas tanto no design quanto no modo como foram feitos. E em troca, as fabricantes desses produtos passaram a receber orientações sociais e profissionais de modo a melhorar suas qualidades de vida por meio da arte!

No vídeo abaixo é possível conferir como foi realizada essa parceria, e no site oficial da 31 Bits há todos os detalhes sobre a marca, os produtos e o projeto social que está mudando a vida de muitas mulheres africanas. Tomara que a loja chegue logo ao Brasil!

Advertisements